Date Archives December 2019

O que é uma franquia pública?

Com a aprovação no Senado Federal do Projeto de Lei nº 219/2015 (marco regulatório do franchising brasileiro, ocorrida em novembro/2019, trouxe importantes mudanças nas relações negociais entre franqueadores e franqueados. Tornou as operações mais transparentes e produziu maior segurança jurídica em tais relações.

Continue lendo

10 motivos para abrir uma franquia

Por se tratar de nichos de negócio que deram certo, as franquias continuam em expansão vertiginosa no Brasil. Tanto é assim, que com a aprovação do Marco Regulatório do Franchising no Brasil, agora em novembro de 2019, até os órgãos da administração pública Federal, Estadual e Municipal poderão abrir franquias na qualidade de franqueadores. 

Já existem franquias disponíveis em praticamente todos os ramos da atividade econômica. Além do que, as franquias já são negócios implantados, testados e aprovados pela população, motivo pelo qual, cerca de 95% das franquias abertas no Brasil se mantém ativas no mercado.

Por outro lado, abrir um negócio novo, além de demandar muita coragem, há que se planejar metodologias, formulações, planos de negócios, níveis de investimento, tipo de mão de obra, formas de logística, redes de fornecedores, campo de atuação, instalações físicas, pesquisas de mercado, dentre outras.

Por estas razões, ainda que demande um investimento maior inicialmente, investir em franquias pode ser uma boa opção para ajudá-lo a realizar o sonho de se tornar um empresário e obter o sucesso almejado.

Com isso, apresentamos dez vantagens bem significativas para se abrir uma franquia:

·         Tempo de implantação: O tempo gasto para implantação de um empreendimento franqueado é bem menor do que se criar um negócio novo, isto porque a franquia já está funcionando, além do que, a capacidade de se expandir é realizada de forma estratégica e após a realização de pesquisas de mercado;

·        Segurança jurídica: Através da elaboração dos contratos tanto o franqueado como o franqueador tem seus direitos garantidos, principalmente por haver regras legais que estabelecem as condições mínimas de contratação, desenvolvimento e proteção dos negócios;

·         Marca consolidada: A marca das franqueadoras conta com os devidos registros junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), e por esta razão são protegidas por lei. Ademais, contam com estratégias de marketing para fortalecimento da marca, fazendo com que se consolidem no mercado;

·         Modelo de gestão: Todos os franqueados passam por treinamentos iniciais e periódicos a fim de conhecerem e se capacitarem para trabalhar com o ramo de negócios escolhido. Nesses treinamentos haverão inclusive ensinamentos de como gerir o negócio sob o enfoque econômico e financeiro;

·         Controle de Qualidade: Para que as franquias funcionem e se desenvolvam é preciso manter a qualidade do que se está entregando ao consumidor. Com isso, realizam trabalho constante de pesquisa, certificação de fornecedores e testes de produtos, insumos e serviços, o que contribui para a garantia de qualidade do negócio;

·         Inovação: O franqueado conta com toda estrutura formada pelas franqueadoras, inclusive com relação ao lançamento de novos produtos ou serviços desenvolvidos para a rede.

·         Uniformização: Os franqueados contam com um modelo de negócio já desenvolvido dentro de padrões já testados. Isto facilita na hora de montar o negócio, pois diminui as preocupações como por exemplo, layouts, embalagens, uniformes, técnicas de atendimento, espaço físico, rol de serviços prestados, dentre outras;

·         Poder de compra: Adquirir produtos ou contratar serviços de forma coletiva custa muito mais barato do que fazer isso sozinho. Por esta razão, as franqueadoras fazem as aquisições em grande escala aumentando seu poder de compra e reduzindo custos;

·         Suporte técnico: Quando se investe em uma franquia o franqueado leva também toda a orientação técnica no campo mercadológico, financeiro, jurídico e fiscal, pois a franqueadora conta com profissionais de área contábil, jurídica, comercial e financeira evitando problemas de desconhecimento técnico ou ingerência;

·         Competitividade: As franquias quanto mais crescem, se expandem e se tornam mais notórias produzem um efeito cascata que certamente atingirá todos os franqueados e os deixará mais competitivos em relação a outras empresas do ramo.

Estes são apenas algumas características que se bem observadas, ajudarão os empreendedores a se tornarem franqueados.

Possui alguma dúvida ou precisa de ajuda? Deixe o seu comentário abaixo que a nossa equipe terá um enorme prazer em ajudá-lo.

Saiba porque vale a pena investir em microfranquias

Abrir um negócio próprio, em princípio, pode parecer uma tarefa complicada. Mas, com as inovações trazidas pelos sistemas de franquia e a pulverização desses modelos para diversas áreas de negócio as coisas ficaram mais fáceis.

As micro franquias vieram com força total alavancando a economia e passaram a ser uma boa opção de investimento e renda, para empreendedores que dispõe de pouco capital e que desejam adquirir uma franquia de baixo investimento.

Como podemos identificar uma micro franquia?

Segunda a Associação Brasileira de Franquias (ABF), entidade que estuda, classifica e monitora as redes de franquia no Brasil, criou uma lista com onze segmentos e classificou várias micro franquias em cada um deles.

 Com isso, uma micro franquia, inicialmente, é aquela que exige um investimento inferior a noventa mil reais. Lembrando que estas também são regidas pela Lei de Franquias Empresariais nº 8.955/94.

Segundo a ABF, cerca de 20% de todas as franquias no Brasil estão classificadas no grupo de micro franquias ou franquias baratas, que foram avaliadas segundo os critérios mínimos e máximos de capital inicial, taxa de franquia e de capital de giro necessários.

 Cita-se aqui o rol de micro franquias por ramo de atividade:

·         Alimentação;

·         Entretenimento e lazer;

·         Serviços automotivos;

·         Saúde, beleza e bem estar;

·         Moda;

·         Casa e construção;

·         Hotelaria e turismo;

·         Comunicação informática e eletrônicos;

·         Serviços educacionais;

·         Limpeza e conservação;

·         Serviços e outros negócios.

Muito bem, mas quais as vantagens em adquirir uma micro franquia?

Basicamente as vantagens desses micros negócios são:

 ·         Pouca necessidade de capital para investimento inicial;

·         Custo operacional extremamente reduzido, face ao fato de utilizar menor estrutura física, menor número de funcionários e consequentemente redução das despesas administrativas;

·         Rapidez de implantação pois geralmente não exigem a utilização de maquinário pesado ou de espaços grandes;

·         Maior rentabilidade com margens de lucro mais elevados e por serem produtos ou serviços de giro rápido;

·         Absorção de prejuízos suportáveis, devido ao fato de o franqueado poder corrigir eventuais desvios de gestão ou até mesmo, caso o negócio não dê certo, fechar as portas sem maiores preocupações.

Como faço para adquirir uma franquia barata?

Para adquirir uma micro franquia, é necessário tomar alguns cuidados e seguir o passo a passo básico para seleção de franquias, como:

Cuidados:

·         Buscar uma franquia de acordo com a sua experiência profissional e pessoal;

·         Fazer um planejamento financeiro e analise todas as variáveis que possam impactar o negócio, como custos, taxas, tributos, insumos, mão de obra e capital de giro;

·         Definir o formato de trabalho, em home office (em casa), Internet, quiosques ou lojas físicas;

·         Dar preferência para as franquias que tenham o selo de excelência em franchising;

·         Definir o espaço físico de atuação, região, estado, município ou nacionalmente;

·         Procurar auxílio de um advogado para orientá-lo sobre os contratos e demais questões legais inerentes as franquias.

Passo a passo:

·         Selecione as franquias desejadas e faça um contato inicial, onde você vai avaliar suas pretensões em relação as propostas;

·         Agende uma reunião inicial para conhecer o processo adotado pela franqueadora;

·         Próximo passo é a reunião de entrevista, onde a franqueadora vai avaliar se você preenche os requisitos para adentrar aquele ramo de negócios e se seu capital disponível é suficiente;

·         Realize o teste de campo, onde você vai conhecer na prática como funciona aquela franquia e como se dá todo o processo operacional;

·         Finalmente, a reunião final para assinatura dos contratos e iniciar todos os procedimentos para abertura do seu novo negócio.

  Seguindo atentamente esses pontos é possível adquirir uma micro franquia e ter sucesso como franqueado.

 Possui alguma dúvida ou precisa de ajuda? Deixe o seu comentário abaixo que a nossa equipe terá um enorme prazer em ajudá-lo.

Quanto custa uma franquia?

Abrir uma franquia envolve a análise de muitas variáveis, mas a primeira questão para definir é o valor inicial que o interessado consegue pagar, isto porque, investir na abertura de franquias é uma forma de complementar a renda mensal ou então de começar um novo negócio em tempo integral, tendo marcas já consolidadas e reconhecidas no mercado por trás da operação.

Continue lendo